Meus livros!

23 junho 2016

TUDO PELA AUDIÊNCIA




Muita gente apelando para ser visto, lido, divulgado. Romances “hot” chovem pela rede, em tantas versões que está difícil escolher. Alguns sem revisão, sem qualidade literária, quase uma reprodução fiel de outras histórias.

São tantos que acabam sufocando as novas produções que realmente merecem ser lidas.

Outro dia me deparei com tantos 50 tons de alguma coisa (baseados no livro “50 tons de cinza”) que fiquei pasma.



Pensei no programa “Tudo pela audiência", apresentado por Tatá Werneck e Fábio Porchat. É isso mesmo. TUDO.

Se você posta a Literatura sem apelação, sem pretensão, ela é ignorada por grande parte da minoria que compõe os leitores deste país. E isso é triste! Precisamos ler, pessoal. Os clássicos, os novos nacionais, os nacionais de ontem, mas sem apelação. Tem gente que quase tira a roupa para ganhar uma curtida. E gente que tira mesmo.

Será que vale tudo pela arte? Tanta exposição, tanta reprodução? Vender só porque vende? E se colar, colou...

Ainda leio pelo prazer de ler. Para mim não precisa ser erótico, apelativo ou ousado. Precisa ser arte. Precisa cativar a atenção. Tem que ser LITERATURA no sentido pleno da palavra.

 


9 comentários:

  1. É essa a impressão que também tenho, atualmente: "Se você posta a Literatura sem apelação, sem pretensão, ela é ignorada por grande parte da minoria que compõe os leitores deste país." Mas o problema não se dá somente por parte dos leitores, isso tem ocorrido no mercado editorial como um todo. Lembrando que inúmeras editoras abriram selos para publicar somente hots. Todas em busca de um novo 50 Tons. E isso é muito triste mesmo! Na verdade, desanimador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste e nada tem a acrescentar na nossa cultura. Obrigada por passar e comentar! Abraços!

      Excluir
  2. Bruna, novamente faço das suas as minhas palavras. Aliás, eu repostei o artigo no meu blog, é claro que com os devidos créditos. Parabéns pelo artigo! Abraços literários,

    Simone Pesci
    http://simonepesci.blogspot.com.br/2016/06/tudo-pela-audiencia-por-bruna-longobucco.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Simone! Obrigada por repostar! Bjsss

      Excluir
  3. Digitando com os pés porque as mãos estão batendo palmas.
    E quem quer fazer literatura de qualidade fica sufocado e muitas vezes esquecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, infelizmente, mas tê-las por aqui já é o sinal de que dentro da minoria de leitores ainda existe quem busque a qualidade e a arte.

      Excluir
  4. Triste realidade mas infelizmente é com isso que temos que conviver.
    Adorei o seu texto que foi rápido e direto.
    Respeito e tenho amigas que escrevem livros com teor erótico, algumas antes da moda do 50 Tons...Só que hoje em dia está de mais, e sempre vai ter editoras alimentando essa linha tão americanizada.

    Beijos e Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada por passar e comentar, Roberta! Ainda tenho esperança de que a mentalidade dos leitores nacionais possa mudar. Mas... não é para agora. :(

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, Bruna.
    Eu acreditava que havia espaço para todo mundo. Maaaaas infelizmente parece que não é bem assim. Hoje o erótico predomina e muitos leitores torcem o nariz quando percebem que não tem cenas de sexo no livro.
    Inclusive eu gostaria muito que os livros viessem com uma escala de 0 a 10 indicando o teor hot kkk Sério porque às vezes a gente pega um livro pensando ser um romance fofo e marcante e se depara com centenas de cenas de sexo (com todo respeito a quem gosta de romances assim, mas nem sempre a gente tá a fim, de maneira que seria bom saber antes de iniciar a leitura).

    ResponderExcluir

Comente aqui, vou adorar trocar opinião!